PT | EN
Estudos Musicais Estudos Teatrais Estudos em Artes Visuais Estudos Interdisciplinares
Estudos Teatrais
"A CRIATIVIDADE REVELADA: CENAS DE TEATRO ESPONTÂNEO COM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS"   MAR 2017
Este artigo descreve duas cenas de Teatro Espontâneo realizadas com estudantes da Universidade Estadual Vale do Acaraú, Ceará, Brasil. A ação fez parte de uma pesquisa que objetivou investigar e desenvolver a criatividade de estudantes universitários. O método utilizado foi o relato de experiência, com abordagem qualitativa. Participaram da ação 30 indivíduos, divididos em dois grupos. O principal resultado foi que nas cenas foram sintetizados metaforicamente todos os temas que surgiram no momento como acreditar em si mesmo, vencer o medo, superar obstáculos, poder escolher e encontrar soluções. Ao final, concluiu-se que: a atividade proporcionou interação entre alunos de diversos cursos; foram representadas cenas criativas, atingindo o objetivo do exercício; o Teatro Espontâneo apresentou-se como espaço significativo para o desenvolvimento da sensibilidade e criatividade dos acadêmicos.
REBECA SALES VIANA - Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Brasil
LEVI SALES VIANA - Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Saboia (EFSFVS)| Brasil
PDF
 
"EL LENGUAJE ESCÉNICO QUE CONFORMA EL REPERTORIO CREADO POR AUGUST BOURNONVILLE"   DEZ 2016
Para la puesta en escena de una obra del repertorio romántico-clásico tradicional son muchos los elementos dentro del lenguaje escénico a tener en cuenta. Este tipo de repertorio, en la mayoría de los casos, debe seguir unos cánones que marca el estilo específico de la pieza que se lleva a escena, lo cual determina en su ejecución el respeto por la tradición ya sea bien del romanticismo, el clasicismo, u otras vertientes estilísticas que surgieron después como es el caso de estilo Balanchine, que con algunas variaciones dentro de la técnica misma se desarrolló en los Estados Unidos de Norteamérica en la década de 1940.
IOSHINOBU NAVARRO - Universidad Rey Juan Carlos | Espanha
PDF
 
"TEATRO POSMIGRANTE EN ALEMÁN: DERROTEROS DE LA INSTITUCIONALIZACIÓN"   SET 2016
En el presente artículo trazamos un recorrido crítico a partir del concepto y la práctica del llamado teatro posmigrante, que se gestó como un fenómeno teatral originado en el circuito independiente desde comienzos del siglo XXI, primero en la ciudad de Berlín pero luego en otros circuitos teatrales de habla alemana. A partir de la reconstrucción de los antecedentes, historia y fluctuaciones del fenómeno junto con la consideración de algunos ejemplos del teatro posmigrante de los últimos años, proveemos un marco teórico-descriptivo general y ponemos especial énfasis en la discusión de ciertos rasgos y modos de este tipo de práctica teatral, en tanto incitadores de cambios en los procesos de institucionalización y consagración del teatro en el ámbito cultural alemán. Finalmente, se propone una reflexión del teatro posmigrante más allá la contingencia inmediata de su aparición, para discutirlo en tanto “ecología cultural” (LADDAGA, 2006), que enlaza su producción y dinámica de trabajo a las de otros grupos y formaciones artísticas de comienzos del siglo XXI.
SOLEDAD PEREYRA - Institut für Theaterwissenschaft - Bern Universität |Suiça
PDF
 
"A PRÁTICA DO SOCIODRAMA EM CONTEXTO ESCOLAR "   JUN 2016
Este trabalho aborda a prática do Sociodrama em contexto escolar, especificamente nas aulas de Expressão Dramática. A disciplina de expressão dramática é definida como um espaço e uma ferramenta educativa que permite desenvolver o currículo escolar em vários domínios, tais como a educação artística, a expressão corporal, a língua ou literatura e pelas suas características relacionais e interpessoais, é de facto uma ferramenta poderosa para o desenvolvimento de habilidades sociais e pessoais. Constatando que as práticas teatrais traziam não só uma melhoria na assimilação dos conhecimentos, como permitiam a certos alunos ajustar as suas emoções e o seu comportamento e atitudes face a determinadas situações escolares. Pois as atividades dramáticas impõem um trabalho em equipa, em grupo, que pode favorecer qualquer tipo de aula. Estas situações em que o grupo está concentrado numa atividade, num jogo, ajudam a melhorar os aspetos da socialização e da comunicação, sempre que são propostas num espaço e clima seguros para o aluno. É nesse ambiente seguro que o Sociodrama entra, tendo como base a disciplina de Expressão Dramática. Este relatório tem por objetivo ilustrar como a prática do Sociodrama pode ser aproveitada no projeto educativo de uma Escola, e de que forma poderá fazer parte integrante desse mesmo currículo.
DULCE FERREIRA DA SILVA - Sociedade Portuguesa de Sociodrama| Portugal
PDF
 
"AS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS NA EXPRESSÃO DRAMÁTICA"   MAR 2016
Este artigo pretende refletir sobre a cúmplice relação entre a temática das Inteligências Múltiplas e o Universo das Expressões Artísticas. Tem como particular objetivo explorar a influência do ensino da área da Expressão Dramática, praticado nas escolas, enquanto disciplina curricular do 3º ciclo do Ensino Básico, na formação integral dos alunos e realçar, recorrendo à fundamentação teórico-prática, o extraordinário papel coadjuvante no desenvolvimento das Inteligências Múltiplas. Tendo sido consignado à educação artística um direito humano universal, pela Convenção da Unicef sobre os Direitos da Criança - adotada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 1989 e ratificada por Portugal em 1990 - torna-se pertinente refletir e averiguar a forma como se concretiza este projeto em particular, distinguir se a prática se coaduna com a política a nível do reconhecimento do valor da educação artística na escola.
ANA RITA ARTIAGA PEREIRA DINIS MIRANDA- Colégio Marista de Carcavelos & ELSA GABRIEL MORGADO | CEFH UCP | Portugal
PDF
 
"SERIA O PERFORMER O INSURGENTE DA CENA CONTEMPORÂNEA?"   DEZ 2015
Este escrito pretende realizar especulações sobre o performer como um insurgente da cena contemporânea, isto porque, quando está em cena, esse artista tenta encontrar um elo entre arte e vida, e não a separação de ambas, pois passa a assumir através da presença de seu corpo a função de ser sujeito, objeto e trajeto de arte na efemeridade em sua performance, visto que tem por objetivo a definição de um estilo artístico poroso, de uma linguagem própria que seja expressa pelo seu corpo em ação.
FELIPE MONTEIRO OLIVEIRA - Universidade Federal da Bahia | Brasil
PDF
 
"EL ABSURDO Y LA TRANSGRESIÓN AL POLICIAL EN EL TEATRO Y EL CINE ARGENTINO CONTEMPORÁNEO"   SET 2015
El presente artículo tiene como objetivo dilucidar la productividad de la escena teatral porteña de los noventa en el cine del nuevo siglo a partir del examen de tópicos y procedimientos narrativos y expresivos. Proponemos detenernos en la articulación de ambos lenguajes a través del análisis del diálogo intermedial y la parodia presentes en el texto dramático La escala humana (2001) de Alejandro Tantanián, Javier Daulte y Rafael Spregelburd y en el film Castro (2009) de Alejo Moguillansky. Además de elaborar sus discursos a través de procedimientos escriturales similares, podemos identificar en ambas textualidades la estética absurdista como estructura subyacente y la trasgresión sistemática a las reglas del género policial.
CAROLINA SORIA - Universidad de Buenos Aires | Argentina
PDF
 
"ESTUDO DE UM CLOWN CONTEMPORÂNEO"   JUN 2015
O corpo que pretende dar vida a este artigo nasce do projeto de tese “in progress” e é pensado na área da Educação Artística. O projeto situa-se precisamente num panorama híbrido que inicia o seu percurso no clown convocando áreas como: artes circenses, dança, kung fu, e estabelece uma relação de criação com a técnica “Viewpoints” de Anne Bogart. O corpo e o movimento são sem dúvida o ponto de encontro da ação e a “escuta” é o tema principal. A construção da personagem hibrida que parte do clown não terá um fim específico, ou seja, situa-se num constante espaço de modelação e vai ser criada através de processos criativos laboratoriais que se vão desenvolver e que resultarão na elaboração do espetáculo de apresentação da tese que terá de se autoanalisar na passagem à escrita e vice-versa. Aqui, neste artigo tento explanar um conjunto de conceitos que estão diretamente relacionados com este projeto de investigação e se situam num discurso em que as linguagens utilizadas representam parte essencial da formação deste ser metamorfizado, assim como a parte metodológica do trabalho laboratorial que visa mostrar uma futura ação na Educação Artística.
HUGO AMÉRICO PEREIRA CARDOSO VIEIRA - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto | Portugal
PDF
 
"O ACTOR INCESSANTE - Polina Klimovitskaya com Jeremy Goren"   MAR 2015
Em cada momento da história a humanidade tem procurado trazer à luz do dia determinado aspeto da vida que está presente mas que não foi totalmente apreendido ou identificado: trazer à superfície o inconsciente dessa era. A arte e o teatro em particular constituem uma espécie de laboratório onde os artistas intuitivamente descobrem aquilo que a humanidade necessita que seja trazido à superfície. As técnicas do ator (i.e. a forma como os atores pesquisam) refletem de forma direta aquilo que a sociedade tenta reconhecer e integrar na sua consciência. Neste artigo não pretendo propor uma nova filosofia ou um novo sistema de representação para atores; apenas pretendo partilhar algumas observações sobre o meu trabalho prático.
POLINA KLIMOVITSKAYA & JEREMY GOREN - Brooklyn College- New York | United States of America
ANA TAMEN - Universidade de Évora | Portugal
PDF
 
"A ARS EROTICA EM MEDEIA E ROMEU E JULIETA"   DEZ 2014
O que a estética da ars erotica significa para pensarmos as Artes Cênicas na atualidade? Com base nesse questionamento apresentamos as peças teatrais Medéia de Eurípides e Romeu e Julieta de Shakespeare, como significativas para se pensar a ars erotica neste texto. Essas obras abrem possibilidades de vivenciarmos outras estéticas na contemporaneidade seja no teatro, na dança ou no cinema. Investigamos a ars erotica buscando compreender como a mesma pode contribuir para a reflexão sobre o corpo e sexualidade no contexto das Artes Cênicas. Utilizamos como referencial metodológico a análise de imagens a partir de representações cênicas e cinematográficas.
MARCILIO DE SOUZA VIEIRA - Universidade do Rio Grande do Norte | Brasil
PDF
 
"A DANÇA-TEATRO DE PINA BAUSCH E A MEMÉTICA"   SET 2014
O presente artigo tem como objetivo suscitar uma abordagem reflexiva acerca da dança-teatro, principalmente a criada pela coreógrafa alemã Pina Bausch, sob a perspectiva da memética. No decorrer do escrito, há a discussão em torno do surgimento e desenvolvimento da dança-teatro alemã no século XX, assim como sobre a vida, a carreira artística de Bausch e os desdobramentos meméticos presentes nos processos criativos e coreografias de sua dança-teatro.
FELIPE HENRIQUE MONTEIRO OLIVEIRA - Universidade Federal do Rio Grande do Norte| Brasil
PDF
 
"O TEATRO E AS NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS"   JUN 2014
O presente artigo centra-se na teorização em torno do teatro, visando a sua operacionalização em enquadramento escolar, enquanto estratégia promotora das aprendizagens e da inclusão de alunos com necessidades educativas especiais (NEE), em geral, e alunos portadores de deficiência mental (DM), em particular. Para tal, remontamos à origem do teatro, providenciando algumas definições desta arte multidisciplinar, o seu enquadramento legal no contexto das NEE e traçando as suas especificidades; nomeadamente, os instrumentos teatrais na sala de aula, o professor-encenador, a equipa de bastidores e a importância do papel.
SUSANA M. R. GUIMARÃES - Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra | Portugal
PDF
 
"MODALIDADES ASOCIATIVAS EN EL TEATRO ARGENTINO: REPRESENTACIONES SOCIALES"   MAR 2014
Caracterizamos aquí algunas modalidades asociativas de creación, producción y gestión propias del
teatro alternativo argentino, basándonos en la observación del trabajo de 20 dramaturgos-directoresactores cuya franja etaria oscila entre los 30 y 40 años. En un periodo que coincide con el impacto social del neoliberalismo y con la crisis financiera de 2001 se producen nuevas formas de interrelación dentro del sistema del teatro, se observa un viraje hacia un artista-gestor hábil en el desarrollo de diferentes estrategias asociativas, como escritura en colaboración, rotación de roles, participación en colectivos teatrales. Esas modalidades se sostienen en una común concepción del teatro y para dar cuenta de ella recurrimos a la teoría de las representaciones sociales (Moscovici; Rose y Efraim; Monchietti), la cual ha cobrado interés como una de las principales perspectivas en las ciencias sociales. Ella nos permite ver a los artistas como partícipes de un grupo que comparte un campo representacional que lo particulariza dentro del vasto ámbito teatral. El consenso en las representaciones sociales no es un acuerdo banal entre los participantes, ni está exento de tensiones o fragmentaciones, aspecto que ejemplificamos en relación con las estrategias de comunicación empleadas por estos artistas, como el recurso a los agentes de prensa.
LUCAS RIMOLDI & ALICIA MONCHIETTI-Universidad Nacional de Mar del Plata | Brasil
PDF
 
"«KAHLO EM MIM EU E(M) KAHLO»: MEU CORPO DIFERENCIADO EM CENA"   DEZ 2013
Este artigo se pauta na pesquisa desenvolvida para a elaboração de dissertação de mestrado, no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRN, sob orientação da Profa. Dra. Nara Salles e objetiva refletir sobre as questões relacionadas aos artistas com corpos diferenciados nos processos de criação cênica, sobretudo no teatro pós-dramático. O texto também salienta o fato de que esses indivíduos com corpos diferenciados que eram postos à margem dos processos e produtos artísticos ganham espaço na arte contemporânea, pois seus corpos, mesmo sendo diferenciados, podem e devem experimentar o que é dado como possibilidade a qualquer corpo: fazer arte. Neste viés, o autor descreve procedimentos criativos e opções metodológicas para a criação da performance “Kahlo em mim Eu e(m) Kahlo”, que se configura como a parte prática da cena da dissertação, na qual discute a criação de mecanismos socioeconômicos e culturais que permitem a instauração de estigmas nas pessoas com corpos diferenciados, expondo desta forma aos espectadores as questões políticas, sociais e culturais que acontecem na sociedade em que vivem, além de propor um diálogo entre as dores da artista plástica mexicana Frida Kahlo em seu corpo, também diferenciado, em relação ao seu próprio corpo.
FILIPE HENRIQUE OLIVEIRA - Universidade Federal do Rio Grande do Norte | Brasil
PDF
 
"TADEUSZ KANTOR: EL FRANCOTIRADOR DEL TEATRO"   SET 2013
A El presente ensayo aborda la heterodoxa propuesta dramática del director de teatro Tadeusz Kantor. Influido por románticos, simbolistas y pensadores afines a la Escuela de Frankfurt, Kantor elaboró una poética teatral de “ínfimo rango”, anti-naturalista y anti-representacional, ajena a todo poder, absoluto o totalidad, y desde la que fue reduciendo a cero todos y cada uno de los elementos escénicos hasta convertirlos en “auráticos restos”. Asimismo, frente al pragmatismo de la secularizada sociedad del capital, propuso un “teatro metafísico” concebido como un juego gratuito destinado a poner al hombre en contacto con el niño que había sido.
NATALIA IZQUIERDO LÓPEZ - Universidad Complutense de Madrid| Espanha
PDF
 
"TEATRO ESPONTÂNEO: um instrumento de sensibilização para os (futuros) administradores"   JUN 2013
A cada momento histórico a sociedade vive seus dilemas, o mais acentuado na atualidade é o resgate ao homem e as melhores possibilidades de lhe manter em estado de felicidade, viabilizando qualidade de vida e possibilitando resultados positivos. Nesse contexto, as ciências se apoiam a partir de estudos de objetos e conceitos correlatos, daí a interdisciplinaridade dominando as argumentações e a subjetividade proporcionando várias interpretações. Estudos anteriores tratavam o homem de forma mecanicista, o que lhe rendeu, ao longo dos anos, visão simplista e reducionista dos seus problemas e hoje, estende-se esse estudo mas com uma mudança na abordagem, agora para o resgate às suas individualidades e a sua manutenção nos grupos sociais. Se buscará, como objetivo deste trabalho, apresentar a importância da manifestação de sentimentos e emoções através de um meio específico, o Teatro Espontâneo, para aprendizagem e reflexão. A prática foi desenvolvida com grupos de estudantes do terceiro período do curso de Administração e os referenciais teóricos principais foram os de Jacob Levi Moreno e Cecília Bergamini. A abordagem prática-vivencial a partir da realização de Teatro Espontâneo, possibilitou um pequeno recorte de manifestação de sentimentos, emoções e até conflitos acerca de posicionamentos e ações individuais, para aqueles que acreditamos que serão futuros gestores. Foi percebido, a partir da construção dos personagens, a relevância que deve ser dada aos aspetos comportamentais e a história de vida de cada partícipe envolvido em processos individuais e de gestão, acreditando na perspetiva grupal da construção de ambientes organizacionais mais justos e felizes partindo-se da auto perceção e auto reconhecimento dos seus integrantes.
SEFISA QUIXADÁ BEZERRA & REBECA SALES VIANA - Universidade Estadual Vale do Acaraú – Ceará | Brasil
PDF
 
"O TEATRO DE TRADIÇÃO IBÉRICA NA AMÉRICA PORTUGUESA na primeira metade do Séc. XVIII"   MAR 2013
O primeiro espaço permanente dedicado às representações teatrais em Portugal foi construído em finais do século XVI por Fernando Díaz de la Torre, espanhol residente em Lisboa. Ao longo do século seguinte, inúmeras companhias espanholas se apresentaram em Portugal, divulgando o amplo repertório seiscentista castelhano que influenciaria de forma inexorável o teatro produzido em terras lusas. Naturalmente, os edifícios teatrais de Lisboa seguiam a mesma tipologia dos corrales de comedias espanhóis. No que diz respeito à América Portuguesa, os primeiros registos de teatros públicos permanentes datam do início do século XVIII, e, segundo a documentação ainda preservada, não somente os edifícios apresentavam algumas características da arquitectura teatral desenvolvida na Península Ibérica nos séculos precedentes como também o repertorio castelhano parece ter sido amplamente difundido no ultramar português. O presente artigo pretende analisar alguns aspectos relativos à actividade teatral desenvolvida na América Portuguesa nas primeiras décadas do século XVIII, em especial, a arquitectura teatral empregada e o repertório representado nos dois teatros permanentes construídos durante o reinado de D. João V: o teatro do Rio de Janeiro e a primeira Casa da Ópera de Vila Rica.
SULAMITA FONSECA LINO - Universidade Federal de Ouro Preto | Brasil
ROSANA MARRECO BRESCIA - Universidade Nova de Lisboa | Portugal
PDF
 
"A EXPRESSÃO DRAMÁTICA EM GISÈLE BARRET: a importância da pessoa"   DEZ 2012
Este trabalho incide na análise do documento, “A Expressão Dramática na Educação”, apresentado no Encontro Nacional, promovido, em 1981, pela Direção Geral de Serviços do Ensino Primário, do Ministério da Educação, que encerra, em nosso entender, a essência do pensamento pedagógico de Gisèle Barret e contribuiu para a visibilidade do termo “Expressão Dramática”, de sua autoria. Escrito há mais de trinta anos, num tempo em que as modas pedagógicas privilegiavam, claramente, a "objetividade", o "produto", "os resultados", a ponto de toda a ação docente se ver atomizada em objetivos (note-se "objetivos comportamentais"), o enunciar de uma “pedagogia do processo” era, só por si, algo surpreendente e contra a corrente. Se a isso acrescentarmos outro dos pontos-chave do seu quadro teórico (a clara opção pela subjetividade - "pédagogie de la subjectivité" - nas suas palavras), então começa a delinear-se o vigor das suas opções no terreno pedagógico. Associando, em traços gerais, o produto ao teatro e a exdra ao processo, considera a oposição expressão/arte, como sendo o resultado de uma ambiguidade estratégica, enquanto o par dicotómico processo/produto é por Gisèle atribuído a uma ambiguidade ideológica. Podemos, numa tentativa de (re)conciliação, alertados para o excesso das dicotomias desmontadas, assumir processos e produtos num plano dialógico, considerando que uns e outros fazem parte indissociável de um “continuum”. Não nos parece desejável a criação de alfândegas entre os processos do produto ou entre os produtos do processo. Com efeito, é desta entidade holística que emerge a expressão e a impressão do sujeito todo e de todo o sujeito. Assim, o indivíduo, por definição infragmentável, ver-se-á desabrochar em pessoa.
JORGE ROLLA - Instituto Politécnico do Porto | Portugal
PDF
 
"PERFORMANCE Y DICTADURA: paradojas de las relaciones entre arte y militancia"   SET 2012
Nos proponemos reconstruir algunas experiencias performáticas y hechos teatrales llevados a cabo por el TIT (Taller de Investigaciones Teatrales) durante la última dictadura militar argentina, y a partir de entonces, reflexionar sobre los modos de construcción de subjetividades, las relaciones entre arte y política, y arte y militancia, en un contexto no sólo de represión, sino también de desinformación y aislamiento.Este trabajo se enmarca en un proyecto colectivo que se propone complejizar las perspectivas analíticas mediante las cuales se han estudiado las producciones artísticas y culturales desarrolladas durante la última dictadura militar en Argentina que consideran de manera dicotómica las prácticas "de resistencia" al régimen (manifestaciones contrahegemónicas o alternativas), frente a las prácticas "cómplices" o proclives a aceptar la hegemonía (insertas en la industria cultural, en los medios masivos o en las instituciones culturales oficiales). Nos interesa explorar en el "entre", en la imprecisión de esos límites: cómo se entrecruzan y redefinen, cómo se contaminan y superponen, cómo se imponen las lógicas dominantes de un territorio en el otro.El TIT fue un colectivo teatral integrado por adolescentes que desarrollaron un arte experimental y tuvieron pertenencia al PTS (Partido Socialista de los Trabajadores), de orientación trotskista, durante la dictadura. Los integrantes del TIT y de colectivos culturales afines concibieron de modo programático el encuentro entre vanguardia artística y vanguardia política. Intentaron entrecruzar experimentalismo y trotskismo.
LORENA VERZERO - Universidad de Buenos Aires | Argentina
PDF
 
"À DESCOBERTA DOS PALCOS DA INCLUSÃO: o teatro como estratégia inclusiva"   JUN 2012
Este artigo descreve o processo empírico de um estudo (2005), cujo objetivo reside na aferição do impacto do teatro, no desenvolvimento do aluno com deficiência mental (DM) em contexto escolar público. As áreas estudadas são as aprendizagens, a interdisciplinaridade, o civismo, a auto-estima, o auto-conceito, a criatividade e a inclusão, em contextos normalizantes. Os métodos utilizados consistem na observação direta e na entrevista semi-estruturada, a professores e outros profissionais da área da DM, encarregados de educação, alunos portadores de DM em contextos de teatro, alunos sem DM, psicólogos e um ator.
SUSANA M. R. GUIMARÃES - Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra | Portugal
PDF
 
"EL HUMOR NEGRO EN EL TEATRO: una perspectiva invertida"   MAR 2012
El teórico teatral Patrice Pavis, define a la composición paradójica como la técnica dramatúrgica con la que cuenta el escritor con el fin de invertir la perspectiva de la estructura dramática. La noción de perspectiva también nos parece interesante evocar dado que nos remite a la idea de una mirada que se construye. A esto se le puede agregar, que el escenario puede pensarse como aquel lugar en el cual se calcula cómo será mirado lo que se expone. Esta variable, poco atendida, permite reconstruir el tipo de convención presupuesto. Asimismo, el procedimiento de la composición paradójica no sólo es un recurso textual sino que tendrá efectos estilísticos en tanto que será más frecuente encontrar composiciones paradójicas en algunas obras determinadas ¿Será entonces posible asociar este procedimiento a determinados estilos teatrales, autorales o epocales? Nos arriesgamos a señalar que si prestamos atención a una serie de escenas cortas en las que se observen en su puesta en escena reminiscencias de humor negro a través del análisis y comparación de sus poéticas, se podrá apreciar entonces cómo funciona esta categoría estética como uno de los recursos de la composición paradójica para invertir la perspectiva de la estructura dramática de una obra.
INÉS IBARRA - Instituto Universitario Nacional del Arte | Argentina
PDF
 
"CUERPOS IMAGINADOS: Danza, transformación y autonomía"   DEZ 2011
Este artículo propone una reflexión acerca del cuerpo y la subjetividad en la Danza Teatral Contemporánea. Para ello nos valdremos de la noción de "habitus" de Pierre Bourdieu como también de los conceptos de "imaginación radical" y "autonomía" de Cornelius Castoriadis. Nuestra intención es relacionar esta práctica artística con categorías de pensamiento que arrojen luz sobre sus implicancias y permita aprehenderla desde una nueva perspectiva, realizando así un aporte a la conformación del incipiente campo teórico la danza teatral. El enfoque global del objeto refiere a una mirada comunicacional ya que entendemos la Danza Teatral Contemporánea como proceso de creación y composición artística pero también como instancia discursiva, lo cual implica la presencia de un público que interpreta. La obra de danza contemporánea alude a un discurso abierto, indeterminado y sugerente, que no pretende la ratificación de los imaginarios instituidos sino que aspira a la imaginación y creación de nuevas formas y sentidos. De esta manera, postulamos este lenguaje artístico específico como una praxis con conlleva implicancias políticas y que se alinea al "proyecto de autonomía social" que propone Castoriadis, en tanto propone modos otros entender la coporalidad y por ello, al sujeto, aspirando, en este sentido, a la transformación social.
ANA INÉS LÁZZARO - Universidad Nacional de Córdoba | Argentina
PDF
 
"A DIREÇÃO DE CENA: um cargo de subtileza artística"   SET 2011
O artigo propõe-se apresentar qual o papel do diretor de cena: um cargo muito discreto nas artes do espetáculo que de certa forma tem vindo a revolucionar de forma subtil o teatro português. Tem como objetivo dar a conhecer uma actividade desconhecida, mesmo para muitos dos que trabalham nas artes do espetáculo, com funções estruturantes para a realização teatral, criando novas metodologias e aproximações criativas ao espetáculo, que se tornou mais complexo e exigente nos últimos anos.
PEDRO ANTÓNIO SOARES - Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo | Portugal
PDF

 

"UM CORPO LÍRICO: o Pastoril como fenômeno estético, poético e cultural"   JUN 2011
O artigo apresenta uma revisão teórica sobre o corpo na idade média, delineando o que chamamos de corpo lírico, cujos contornos, espacialidade, gestualidade, são investidos pela historicidade dos processos culturais e por uma poética que considera as tensões entre o sagrado e o profano. O corpo lírico configura uma poética, um gênero estético que se reinventa nos dramas pastoris contemporâneos. O objetivo dessa revisão é mapear conceitos e práticas corporais encontradas no período medieval, como possibilidade para se pensar o corpo lírico dos folguedos populares brasileiros, em particular o Pastoril e sua construção estética, poética e cultural. Para tanto, buscamos os estudos da história nova ou história cultural, em especial os estudos de Le Goff; aspectos da filosofia do corpo, em particular da sexualidade tal como compreendida por Michel Foucault e estudos sobre a cultura e a estética medievais realizados por autores como Bakhtin.
TEREZINHA P. NÓBREGA & MARCILIO S. VIEIRA - Universidade Federal do Rio Grande do Norte | Brasil
PDF

 

"A VOZ NA CRIAÇÃO CÉNICA: Reflexões sobre a vocalidade do actor"   MAR 2011
A voz do actor pode ter diversas utilizações e sentidos de orientação. A confrontação do pensamento sobre a voz no teatro de alguns especialistas nesta matéria tais como: Clifford Turner, Kristin Linklater, Enrique Pardo e Sara Pereira Lopes, foi objecto de estudo de uma parte substancial deste trabalho. Depois de contextualizar a prática da aprendizagem e do acompanhamento vocal dos actores na realidade teatral portuguesa, foi realizado um exercício prático e um documentário (que é parte integrante desta dissertação) sobre as diversas formas de uso da voz na criação cénica e constatadas as suas possibilidades expressivas, potenciando a sua materialidade sonora, corpórea e emocional, dando à concretização da palavra e do som vocal uma dimensão cénica, relacionando o corpo, a voz e a emoção.
SARA BELO - Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa | Portugal
PDF

 

"Os elementos paratextuais na Osmía de Teresa de Mello Breyner"   DEZ 2010
Neste artigo analisaremos os elementos paratextuais, ou seja, as didascálias inseridas por Teresa de Mello Breyner na sua tragédia Osmia, premiada e publicada pela Real Academia de Ciências de Lisboa em 1788. Veremos, consequentemente, elementos tão diversos como o cenário, a gestualidade, a movimentação no espaço cénico, e outrossim adereços, vestuário e figurinos. Em nosso entender, as didascálias são significativas da visão teatral de qualquer autor de teatro e constituem indicações significativas para o leitor e para o encenador, pois são passíveis de ajudá-los a imaginar o ambiente da época e o espaço aonde a acção decorrerá.
RITA DE AZEVEDO - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro | Portugal
PDF

 

"Corpo e gestualidade nos pastoris potiguar"   SET 2010
O Pastoril é uma dança de representação dramática, transformado em sincretismo profano-religioso que encontra boa receptividade principalmente na região nordeste do Brasil criando raízes em novas re-elaborações dos personagens como o Velho, as Mestras e Contramestras do bailado. O presente texto tem por objetivo compreender o corpo e a gestualidade do brincante popular, em especial o brincante de Pastoril. Apresentamos a atitude fenomenológica de Merleau-Ponty como referência metodológica.
MARCILIO DE SOUZA VIEIRA - Universidade Federal do Rio Grande do Norte | Brasil
PDF

 

"ORIGENS DO TEATRO MODERNO: teatro português até finais do XVI século"   JUN 2010
O presente trabalho insere-se na continuação de um esforço que temos vindo a levar a cabo, no sentido de divulgarmos alguns artigos de Alexandre Herculano, escritos sob a capa do anonimato, no Jornal Literário e Instrutivo “O Panorama” (1837-1868). Veículo e marco popular da mudança de gosto dos anos trinta, O Panorama foi, por excelência, o educador romântico, da classe média, provocou certa afeição pelas coisas que o passado tinha boas e veneráveis, sem que por isso traísse a missão do progresso. O excerto que aqui divulgamos apresenta uma extraordinária síntese das origens do teatro moderno, particularmente, em Portugal, procedente da mesma pena do autor da História de Portugal.
JOÃO BARTOLOMEU RODRIGUES - Universidade Trás-os-Montes e Alto Douro | Portugal
MARCOS LORIERI - Universidade Nove de Julho | Brasil
PDF

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 


 

Copyright © 2016. Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. All rights reserved.